A Igreja como propriedade exclusiva de Deus

Leitura Diária Mateus 16

18. Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;

Reflexão
A Igreja é o povo de Deus, chamado a viver em comunhão com Ele e uns com os outros, segundo a sua vontade revelada nas Escrituras. A Igreja não pertence a nenhum homem, grupo ou instituição humana, mas somente a Deus, que a comprou com o sangue de seu Filho Jesus Cristo na cruz (Atos 20:28). A Igreja é, portanto, propriedade exclusiva de Deus, e deve honrá-lo, glorificá-lo e servi-lo em tudo o que faz.

A Igreja como propriedade exclusiva de Deus tem implicações importantes para a sua identidade, missão e organização. Vejamos algumas delas:

– A Igreja como propriedade exclusiva de Deus reconhece que Ele é o seu Senhor e Cabeça, e se submete à sua autoridade soberana e amorosa em todas as áreas da vida (Efésios 1:22-23; Colossenses 1:18).

– A Igreja como propriedade exclusiva de Deus proclama o evangelho da graça de Deus a todas as pessoas, sem distinção de raça, classe ou cultura, convidando-as a se arrependerem dos seus pecados e a crerem em Jesus Cristo como Salvador e Senhor (Mateus 28:18-20; Atos 1:8).

– A Igreja como propriedade exclusiva de Deus vive em unidade, amor e cooperação com os demais membros do corpo de Cristo, respeitando a diversidade de dons, ministérios e funções que o Espírito Santo distribui a cada um para a edificação mútua e o serviço ao mundo (1 Coríntios 12:12-27; Efésios 4:1-16).

– A Igreja como propriedade exclusiva de Deus adora a Deus em espírito e em verdade, expressando a sua gratidão, louvor e adoração por meio da oração, da música, da pregação da Palavra, da celebração dos cultos e da oferta voluntária dos seus bens (João 4:23-24; Hebreus 10:19-25; 13:15-16).

– A Igreja como propriedade exclusiva de Deus busca a santidade pessoal e coletiva, renunciando ao pecado, ao mundo e ao diabo, e seguindo a Jesus Cristo em obediência e fidelidade aos seus mandamentos (1 Pedro 1:13-16; 2:9-12; 1 João 2:15-17).

– A Igreja como propriedade exclusiva de Deus se preocupa com as necessidades físicas, emocionais e espirituais das pessoas, tanto dentro como fora da comunidade cristã, praticando a justiça, a misericórdia e a compaixão em nome de Jesus Cristo (Tiago 1:27; 2:14-17; Mateus 25:31-46).

A Igreja como propriedade exclusiva de Deus é um privilégio imenso e uma responsabilidade séria. Somos chamados a ser fiéis ao nosso dono, que nos ama e nos escolheu para sermos seus filhos e seus servos. Que possamos honrar a Deus com as nossas vidas e com a nossa igreja, para que ele seja glorificado em tudo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima