lição Jovens e Adultos 2º Trimestre 2003


TEMA
 A visão panorâmica do Antigo Testamento

AUTOR:
 Esequias Soares da Silva

O Antigo Testamento é uma das partes fundamentais da Bíblia cristã e desempenha um papel crucial na compreensão da história e da religião judaico-cristã. Composto por uma vasta coleção de textos, este conjunto de escrituras tem raízes antigas e uma formação complexa ao longo dos séculos. Neste artigo, exploraremos a formação do Antigo Testamento, desde suas primeiras versões até a estruturação de seus diferentes livros.

1. O Antigo Testamento:

O Antigo Testamento, também conhecido como Tanakh no judaísmo, é uma coleção de textos religiosos que abrange aproximadamente 1.000 anos da história judaica. Estes escritos sagrados foram compostos em hebraico e aramaico, divididos em diferentes categorias, tais como o Pentateuco, os Livros Históricos, os Livros Poéticos e os Profetas.

2. A Formação do Antigo Testamento:

A formação do Antigo Testamento não se deu de forma linear, mas sim ao longo de muitos séculos. O processo começou com a tradição oral, onde histórias e ensinamentos eram passados ​​de geração em geração. Com o tempo, essas narrativas foram registradas por escrito, o que levou à compilação de diversos documentos e fontes que eventualmente seriam consolidados no que conhecemos hoje como o Antigo Testamento.

3. Credulidade e a Formação do Antigo Testamento:

A credulidade das comunidades antigas em relação às tradições orais e aos eventos sobrenaturais desempenham um papel significativo na formação do Antigo Testamento. Muitos dos relatos foram influenciados por crenças religiosas, mitos e lendas, o que contribuiu para a interpretação dos acontecimentos à luz de uma perspectiva espiritual.

4. Primeiras Versões do Antigo Testamento:

As primeiras versões escritas do Antigo Testamento foram produzidas em rolos de pergaminho e papiros, utilizando linguagem hebraica e, posteriormente, aramaica. Esses manuscritos foram copiados e distribuídos meticulosamente pelos escritos ao longo dos séculos, garantindo a preservação das escrituras sagradas.

5. O Pentateuco:

O Pentateuco é a primeira e mais fundamental parte do Antigo Testamento, compreendendo os cinco primeiros livros: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio. Esses livros narram a criação do mundo, a história dos patriarcas, a libertação do povo hebreu do Egito, a jornada no deserto e a promulgação das leis de Moisés.

6. Os Livros do Pentateuco:

Cada livro do Pentateuco possui características distintas e conteúdos relevantes para a história e teologia judaica. Gênesis explora a criação do mundo e a formação do povo hebreu; Êxodo narra a libertação dos presos da escravidão egípcia e entrega das tábuas da lei a Moisés; Levítico aborda as leis e rituais religiosos; Números registra o censo do povo no deserto e suas peregrinações; Deuteronômio apresenta os discursos finais de Moisés antes de sua morte.

7. Os Livros Históricos (I):

Os Livros Históricos contam a história do povo hebreu desde a conquista de Canaã até o exílio babilônico. Eles incluem Josué, Juízes, Rute, 1 e 2 Samuel, e 1 e 2 Reis. Esses livros abordam a formação do reino de Israel, a ascensão e queda dos reis, e os períodos de prosperidade e declínio espiritual do povo.

8. Os Livros Históricos (II):

Continuando a narrativa histórica, os Livros de 1 e 2 Crônicas, Esdras e Neemias descrevem eventos semelhantes aos encontrados em Samuel e Reis, porém, com alguma diferença na abordagem e ênfase nos acontecimentos.

9. Os Livros Poéticos (I):

Os Livros Poéticos são uma coleção de escritos líricos e poéticos que incluem Jó, Salmos e Provérbios. Esses textos apresentam reflexões sobre questões teológicas, a sabedoria prática e poesias de pensamento.

10. Os Livros Poéticos (II):

Continuando a linha de escritos poéticos, temos o livro de Eclesiastes e o Cântico dos Cânticos. O Eclesiastes aborda a busca pela sabedoria e sentido na vida, enquanto o Cântico dos Cânticos é uma série de poemas líricos que celebram o amor romântico.

11. Os Profetas Maiores:

Os Profetas Maiores são livros proféticos de maior extensão, incluindo Isaías, Jeremias, Lamentações, Ezequiel e Daniel. Esses livros trazem mensagens de escrita, exortação e consolo ao povo de Israel em diferentes períodos de sua história.

12. Os Profetas Menores (I):

Os Profetas Menores são uma coleção de doze livros proféticos mais curtos: Oseias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias. Eles trazem profecias, ensinamentos e conselhos específicos para o povo de Israel.

13. Os Profetas Menores (II):

Continuando a série dos Profetas Menores, estes livros oferecem uma rica variedade de ensinamentos e visões proféticas, abrangendo temas como o arrependimento, a esperança e o juízo divino.

obs: neste poste
so os tiulos que é de Esequias Soares da Silva
os comentários são do PB Ivaldo Fernandes



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *