lição Jovens e Adultos 2º Trimestre 1999


TEMA
 Vivendo a liberdade cristã 


SUBTÍTULO: 
 Estudo em Gálatas

AUTOR: 
 Esequias Soares da Silva

A lição Jovens e Adultos para o 2º trimestre de 1999 aborda temas importantes relacionados às igrejas da Galácia, ao evangelho de Paulo, à justificação pela fé, à superioridade do evangelho, à verdadeira função da lei, aos filhos de Deus, ao ministério pastoral de Paulo, aos dois concertos, à liberdade cristã, às obras da carne e ao fruto do Espírito, e à lei da semeadura. Neste artigo, vamos explorar cada um destes temas.

1 – Origem das Igrejas da Galácia

As igrejas da Galácia tiveram sua origem na pregação do evangelho por Paulo e seus companheiros. Paulo foi enviado por Deus para levar o evangelho aos gentios, e foi durante sua primeira viagem missionária que ele pregou o evangelho na Galácia. Paulo e seus companheiros foram bem-sucedidos em sua missão, pois muitos gentios se converteram ao cristianismo e formaram as primeiras igrejas na Galácia.

2 – Problemas das Igrejas da Galácia

Embora as igrejas da Galácia tivessem tido um começo promissor, elas logo começaram a enfrentar problemas. Os judeus que se converteram ao cristianismo começaram a ensinar que os gentios deveriam seguir a lei judaica para serem salvos. Esta doutrina foi chamada de judaísmo cristão, e foi uma ameaça à mensagem de Paulo de que a salvação é pela fé em Jesus Cristo, não pela obediência à lei.

3 – A Origem do Evangelho de Paulo

O evangelho de Paulo teve sua origem na revelação que ele recebeu de Deus. Paulo foi chamado por Deus para pregar o evangelho aos gentios, e foi durante sua viagem missionária que ele pregou o evangelho na Galácia. O evangelho de Paulo ensina que a salvação é pela fé em Jesus Cristo, não pela obediência à lei.

4 – O Único Evangelho

Paulo ensinou que o evangelho de Jesus Cristo é o único evangelho verdadeiro. Ele argumentou que qualquer outro evangelho é falso e deve ser rejeitado. Paulo também ensinou que a salvação é somente pela fé em Jesus Cristo, não pela obediência à lei.

5 – A Justificação pela Fé

Paulo ensinou que a justificação é pela fé em Jesus Cristo, não pela obediência à lei. Ele argumentou que a lei não pode salvar, mas somente Jesus Cristo pode salvar. Paulo ensinou que a fé em Jesus Cristo é a única maneira de se obter a justificação.

6 – A Superioridade do Evangelho

Paulo ensinou que o evangelho de Jesus Cristo é superior à lei judaica. Ele argumentou que o evangelho é mais poderoso do que a lei, pois é o único meio de salvação. Além disso, Paulo ensinou que o evangelho é mais justo do que a lei, pois é baseado na graça de Deus, não na obediência à lei.

7 – A Verdadeira Função da Lei

Paulo ensinou que a lei judaica não pode salvar, mas tem uma função importante na vida dos cristãos. Ele argumentou que a lei deve ser usada para guiar os cristãos na vida diária. A lei deve ser usada para nos ajudar a discernir o certo do errado e para nos ajudar a viver de acordo com os princípios bíblicos.

8 – Os Filhos de Deus

Paulo ensinou que todos os que creem em Jesus Cristo são filhos de Deus. Ele argumentou que, como filhos de Deus, nós somos herdeiros da promessa de Deus de salvação. Além disso, Paulo ensinou que, como filhos de Deus, nós somos chamados a viver de acordo com os princípios bíblicos.

9 – O Ministério Pastoral de Paulo

Paulo foi chamado por Deus para servir como pastor das igrejas da Galácia. Ele ensinou aos cristãos sobre a verdade do evangelho e os aconselhou a viver de acordo com os princípios bíblicos. Além disso, Paulo foi um exemplo para os cristãos, pois ele viveu de acordo com os princípios bíblicos.

10 – Os Dois Concertos

Paulo ensinou que existem dois concertos: o concerto da lei e o concerto da graça. Ele argumentou que o concerto da lei foi dado ao povo de Israel, mas o concerto da graça foi dado a todos os que creem em Jesus Cristo. Além disso, Paulo ensinou que o concerto da graça é mais poderoso do que o concerto da lei, pois é baseado na graça de Deus, não na obediência à lei.

11 – A Liberdade Cristã

Paulo ensinou que os cristãos são livres da lei judaica. Ele argumentou que, como cristãos, nós somos livres para servir a Deus de acordo com os princípios bíblicos. Além disso, Paulo ensinou que a liberdade cristã não deve ser usada como desculpa para viver de acordo com os desejos da carne, mas sim para servir a Deus de acordo com os princípios bíblicos.

12 – As Obras da Carne e o Fruto do Espírito

Paulo ensinou que os cristãos devem evitar as obras da carne e produzir o fruto do Espírito. Ele argumentou que as obras da carne são contrárias à vontade de Deus e que o fruto do Espírito é o resultado de viver de acordo com os princípios bíblicos. Além disso, Paulo ensinou que o fruto do Espírito é o resultado de viver em comunhão com Deus.

13 – A Lei da Semeadura

Paulo ensinou que os cristãos devem viver de acordo com a lei da semeadura. Ele argumentou que aqueles que semeiam o bem colherão o bem, e aqueles que semeiam o mal colherão o mal. Além disso, Paulo ensinou que aqueles que semeiam a Palavra de Deus colherão a salvação eterna.

obs: neste poste
so os tiulos que é de Esequias Soares da Silva
os comentários são do PB Ivaldo Fernandes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *