Perguntas Sobre o Espirito Santo

Perguntas Sobre o Espirito Santo

1. Qual é o significado da palavra “espírito” no grego?

A palavra “espírito” em grego é traduzida como “pneuma” (πνεῦμα). O termo “pneuma” é amplamente utilizado no Novo Testamento da Bíblia e tem vários significados e conotações, dependendo do contexto em que é empregado. Geralmente, é usado para se referir a:
O sopro de vida: Neste contexto, “pneuma” é usado para descrever a praticante vital que Deus concedeu aos seres humanos, dando-lhes vida física.
A alma ou essência de uma pessoa: É comum que “pneuma” seja utilizado para representar a parte imaterial de um indivíduo, muitas vezes em relação às suas emoções, pensamentos ou caráter.
O Espírito Santo: No contexto cristão, “pneuma” é frequentemente usado para se referir à terceira pessoa da Santíssima Trindade, o Espírito Santo.

2. O que significa a palavra “espírito” em hebraico?

Em hebraico, a palavra “espírito” é traduzida como “ruach” (רוּחַ). Assim como no grego, “ruach” também possui diversos significados, que são certos pelo contexto. Alguns dos significados comuns incluem:
O vento: “Ruach” é usado para descrever o vento, seja de forma literal (vento natural) ou figurada (vento como um símbolo de poder ou movimento).
O fôlego de vida: Assim como em grego, “ruach” é usado para denotar o sopro de vida concedido por Deus aos seres vivos.
O espírito humano: “Ruach” é utilizado para representar a parte imaterial ou espiritual dos seres humanos, incluindo suas emoções, desejos e vontade.
O Espírito de Deus: “Ruach Elohim” é frequentemente usado para se referir ao Espírito de Deus mencionado no Antigo Testamento.


3. Qual é o nome do Espírito Santo no grego?

O nome do Espírito Santo em grego é “Parakletos” (Παράκλητος). Essa palavra é encontrada no Evangelho de João (João 14:16, 26; 15:26; 16:7) e é traduzida como “Consolador”, “Advogado” ou “Ajudador”. “Parakletos” é usado para descrever a terceira pessoa da Santíssima Trindade, que é enviado por Jesus Cristo para auxiliar e guiar os cristãos após a ascensão de Jesus aos céus.


4. O que é “ruach” não é hebraico?

“Ruach” (רוּחַ) é uma palavra hebraica que pode ter vários significados, como mencionado na pergunta anterior. Pode se referir ao vento, ao sopro de vida, ao espírito humano ou ao Espírito de Deus, dependendo do contexto em que é usado.


5. Qual é o conceito de “espírito”?

O conceito de “espírito” é complexo e multifacetado, e sua interpretação pode variar de acordo com diferentes crenças, culturas e contextos filosóficos e religiosos. De uma maneira geral, “espírito” se refere a uma dimensão imaterial e intangível presente nos seres vivos e que transcende a existência física. É frequentemente associado à ideia de consciência, alma ou essência não material que anima os seres humanos e outros seres vivos.


6. Como definir “espírito”?

“Espírito” pode ser definido como a parte imaterial e não física de um ser vivo, que geralmente está associado a características como consciência, mente, emoções e personalidade. Em um contexto religioso ou espiritual, pode se referir a uma entidade divina ou sobrenatural, como o Espírito Santo na tradição cristã.


7. O que quer dizer a palavra “Kadosh”?

A palavra “Kadosh” (קָדוֹשׁ) é de origem hebraica e significa “santo” ou “sagrado”. É um termo usado para descrever algo ou alguém que é separado, consagrado e puro, muitas vezes associado a Deus ou a coisas que são consideradas divinas.


8. Qual é a diferença da alma e do espírito?

A diferença entre alma e espírito pode variar de acordo com diferentes sistemas de crenças e tradições religiosas e filosóficas. No geral, podemos dizer que:
Alma: É frequentemente entendida como a parte imaterial de um ser humano ou ser vivo que abriga uma essência de sua identidade, pensamentos, emoções e vontade. É considerado como a fonte da individualidade e da vida emocional de uma pessoa.
Espírito: Sempre, refere-se a uma dimensão mais ampla e transcendente da existência, frequentemente associada a conceitos religiosos e espirituais. Pode ser visto como a conexão com o divino ou como uma parte de algo maior que transcende o indivíduo.
Essas configurações podem variar dependendo da perspectiva cultural, religiosa e filosófica.


9. O que significa “Ruah Adonai”?

“Ruah Adonai” (רוּחַ אֲדֹנָי) é uma expressão hebraica que significa “O Espírito do Senhor”. É encontrado em várias passagens do Antigo Testamento da Bíblia, onde “ruah” se refere ao Espírito de Deus.


10. Qual é a origem da palavra “alma”?

A palavra “alma” tem origem no latim “anima”, que significa “alento” ou “respiração”. Esse termo foi utilizado pelos romanos para traduzir a palavra grega “psique” (ψυχή), que também tem o sentido de “alma”. Em muitas culturas antigas, acredita-se que os praticantes estavam intimamente relacionados à vida e, portanto, ao conceito de alma.


11. O que é o “espírito de Deus”?

O “espírito de Deus” é uma expressão que se refere à presença ou atividade do Espírito Santo, considerada a terceira pessoa da Santíssima Trindade no cristianismo. É a essência divina que se acredita estar ativa no mundo e na vida dos crentes, guiando, consolando e inspirando-os.


12. O que significa “corpo” em grego?

Em grego, a palavra para “corpo” é “soma” (σῶμα). Essa palavra é usada para se referir ao corpo físico de uma pessoa ou de um ser vivo em geral.


13O que significa “parákletos” em hebraico?

“Parákletos” (παράκλητος) é uma palavra grega e não possui um equivalente exato em hebraico. Ela aparece no Novo Testamento da Bíblia e é usada para se referir ao Espírito Santo, como mencionado anteriormente na resposta à pergunta 3.


14. O que significa o nome “parákletos”?

“Parákletos” é frequentemente traduzido como “Consolador”, “Advogado” ou “Ajudador”. Essa palavra descreve a função do Espírito Santo, que é auxiliar, guiar, fortalecer e interceder pelos crentes.


15. O que significa “Paráclito” não é hebraico?

“Paráclito” é uma palavra latina que deriva da palavra grega “parákletos” (παράκλητος), como mencionado acima. Portanto, “Paráclito” tem o mesmo significado de “Consolador”, “Advogado” ou “Ajudador”, sendo utilizado para se referir ao Espírito Santo na teologia cristã.

por: Ivaldo F de Sousa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *