Jesus e o Sábado no Novo Testamento

 

No Novo Testamento da Bíblia, o sábado é mencionado várias vezes. No contexto judaico, o sábado é o dia de descanso semanal que ocorre do pôr do sol da sexta-feira ao pôr do sol do sábado. Esse dia é observado como um dia sagrado de adoração e descanso pelos judeus.

Aqui estão algumas passagens relevantes do Novo Testamento sobre o sábado:

  1. Jesus e o Sábado:

    No Novo Testamento, Jesus é mostrado frequentemente ensinando e curando no sábado. Algumas dessas passagens incluem:

    • Marcos 1:21-27: Jesus ensina na sinagoga no sábado, e as pessoas ficam admiradas com sua autoridade.
    • Lucas 6:6-11: Jesus cura um homem com uma mão atrofiada na sinagoga em um sábado, provocando a ira dos fariseus.
    • Mateus 12:1-14: Jesus confronta os fariseus que o acusam de fazer coisas proibidas no sábado, defendendo a necessidade de misericórdia e compreensão.
    • João 5:1-18: Jesus cura um homem paralítico na piscina de Betesda no sábado, o que provoca a perseguição dos líderes religiosos.
  2. A Ressurreição de Jesus:

    O sábado também é mencionado em relação à ressurreição de Jesus Cristo. O sábado é o sétimo dia da semana, e Jesus ressuscitou no primeiro dia da semana, que é o Domingo. A ressurreição ocorreu após o sábado, conforme relatado em:

    • Marcos 16:1-2: “Quando passou o sábado, Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, e Salomé compraram aromas para irem embalsamá-lo.”
    • Mateus 28:1: “Após o sábado, ao amanhecer do primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.”
  3. O Dia do Senhor:

    Os cristãos primitivos começaram a celebrar o primeiro dia da semana (Domingo) como o Dia do Senhor em comemoração à ressurreição de Jesus e como um dia de adoração. Essa prática é mencionada em:

    • Atos 20:7: “No primeiro dia da semana, estando nós reunidos com o fim de partir o pão, Paulo, que devia seguir viagem no dia imediato, exortava-os e prolongou o discurso até à meia-noite.”

Embora o sábado seja mencionado no Novo Testamento, a observância do sábado e o significado do dia foram objeto de discussão entre os primeiros cristãos, especialmente à medida que o cristianismo se espalhou para além das comunidades judaicas e entre os gentios. O Dia do Senhor (Domingo) se tornou o dia principal de culto para a maioria das tradições cristãs, em comemoração à ressurreição de Jesus, enquanto o sábado continua a ser observado por algumas denominações cristãs que mantêm uma forte conexão com suas raízes judaicas.

POR: PB IVALDO FERNANDES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *