O QUE É MONARQUISMO

O monarquismo é uma ideologia política que defende a restauração ou a manutenção de uma forma de governo monárquica, na qual o chefe de Estado é um rei ou uma rainha hereditária. Os monarquistas acreditam que a monarquia oferece vantagens como a estabilidade, a continuidade, a representatividade e a independência em relação aos interesses partidários. Além disso, os monarquistas valorizam a tradição, a história e a cultura de um país, que são simbolizadas pela figura do monarca.

O monarquismo não é uma corrente homogênea, mas abrange diferentes vertentes e propostas. Há monarquistas que defendem uma monarquia absoluta, na qual o rei tem poderes ilimitados e soberanos sobre o território e o povo. Há também monarquistas que defendem uma monarquia constitucional, na qual o rei é limitado por uma constituição e exerce funções cerimoniais ou moderadoras, enquanto o poder executivo é exercido por um primeiro-ministro eleito pelo parlamento. Há ainda monarquistas que defendem uma monarquia federativa, na qual o rei é o chefe de Estado de uma união de estados autônomos, como ocorre na Alemanha ou nos Estados Unidos.

O monarquismo tem adeptos em vários países do mundo, especialmente naqueles que já foram ou são monarquias. No Brasil, o movimento monarquista existe desde a proclamação da República em 1889, e busca restaurar a monarquia brasileira sob a dinastia de Bragança. Os principais argumentos dos monarquistas brasileiros são: a legitimidade histórica da família imperial, que contribuiu para a independência e a unidade nacional; a ilegalidade do golpe republicano, que foi apoiado por uma minoria elitista e militar; a instabilidade política e social da República, que gerou crises, corrupção e violência; e a necessidade de um chefe de Estado neutro e apartidário, que possa representar todos os brasileiros e arbitrar os conflitos entre os poderes.

por: pb ivaldo fernandes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *