doutrina padrão da assembleia de Deus

A Assembleia de Deus é uma denominação cristã evangélica pentecostal que possui diversas convenções e ministérios ao redor do mundo. Embora haja variações em algumas doutrinas e práticas, aqui estão 10 pontos que geralmente são considerados parte da doutrina padrão da Assembleia de Deus:

  1. 1 – Crença na Trindade

  2. A Assembleia de Deus crê na doutrina da Trindade, ou seja, que há um único Deus em três pessoas distintas: Pai, Filho (Jesus Cristo) e Espírito Santo.

  3. 2 – Salvação pela Graça

  4. Acredita-se que a salvação é um dom gratuito de Deus e que as pessoas são salvas pela graça, mediante a fé em Jesus Cristo como Salvador e Senhor.

  5. 3 – Batismo no Espírito Santo

  6. A Assembleia de Deus enfatiza a experiência do batismo no Espírito Santo como uma segunda obra da graça, que capacita os crentes com poder espiritual para testemunhar e servir a Deus.

  7. 4 – Manifestações dos Dons Espirituais

  8. A denominação crê que os dons espirituais, como línguas, profecia, curas, entre outros, estão disponíveis e podem ser manifestados pelos crentes pelo poder do Espírito Santo.

  9. 5 – Inerrância das Escrituras

  10. A Bíblia é considerada a Palavra de Deus inspirada e inerrante, sendo a autoridade final para a fé e prática cristã.

  11. 6 – Doutrina da Santificação

  12. A Assembleia de Deus ensina a doutrina da santificação, ou seja, a busca contínua pela separação do pecado e consagração a Deus.

  13. 7 – Ênfase na Evangelização

  14. A denominação valoriza a pregação do Evangelho e a missão de alcançar novas pessoas para Cristo, tanto localmente quanto globalmente.

  15. 8 – Curas Divinas

  16. A Assembleia de Deus crê que Deus pode curar enfermidades e doenças de forma sobrenatural em resposta à oração e fé.

  17. 9 – Retorno de Cristo

  18. Há a crença na segunda vinda de Jesus Cristo, onde Ele voltará para julgar o mundo e estabelecer Seu reino.

  19. 10 – Batismo por Imersão

  20. A denominação pratica o batismo por imersão em água, como símbolo da identificação do crente com a morte, sepultamento e ressurreição de Jesus.

É importante lembrar que, como em todas as denominações religiosas, pode haver variações na interpretação e ênfase em diferentes congregações locais, mas esses pontos são considerados fundamentais para a doutrina da Assembleia de Deus.

por: pb ivaldo fernandes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima